“Sr. Presidente, quero registrar na tribuna desta Casa, a outorga pela Universidade Federal de Campina Grande, do título de Doutor Honoris Causa ao Professor Lynaldo Cavalcanti de Albuquerque, no último dia 12 de dezembro, em solenidade que contou com a participação do mundo acadêmico e da sociedade daquela cidade, ocorrida no Centro de Convenções Raymundo Asfora.


Essa honraria, primeiro título de Doutor Honoris Causa outorgado pela Universidade Federal de Campina Grande-UFCG, é o reconhecimento e a gratidão pela incansável luta desenvolvida pelo Professor Lynaldo Cavalcanti, em favor do ensino superior no país, e em especial na Paraíba, e teve como autor da proposta de concessão, o professor Wellington Santos Mota, diretor do Centro de Engenharia Elétrica e Informática (CEEI).


O Professor Lynaldo Cavalcanti de Albuquerque nasceu em Campina Grande, em 8 de dezembro de 1932. Concluiu o curso de Engenharia Civil em 1955, na Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). Retornou para Campina Grande e atuou como Engenheiro Calculista e Professor da antiga Escola Politécnica (POLI) da Universidade Federal da Paraíba, embrião da atual UFCG, onde entre os anos de 1967 a 1972, exerceu diversas cátedras como professor titular, culminando sua brilhante carreira como reitor da instituição, cargo que exerceu de 1976 a 1980.


Tido como um empreendedor acadêmico, o Professor Lynaldo através de sua visão de futuro e por acreditar na coragem e determinação do povo paraibano, criou num enclave do semi-árido, Campina Grande, uma ilha de excelência em produção e disseminação do conhecimento, principalmente em ciência e tecnologia.


Foi desbravador e pioneiro em pesquisa e desenvolvimento tecnológico e a UFCG é hoje referência tecnológica graças a seus primeiros esforços. Para isso contribuíram a realização de acordos de cooperação e intercâmbios com órgãos e instituições nacionais e internacionais de renome, a exemplo da Universidade da Califórnia, Conselho Britânico, agências da Alemanha, França, Canadá e Holanda, e no Brasil com o Instituto Tecnológico da Aeronáutica ITA, que mudaram o perfil da instituição, aprimorando-a com a troca de experiências proporcionada pelos professores visitantes, pela contratação de especialistas e pelo treinamento do quadro docente.


Em Campina Grande foi instalado o segundo computador digital do Brasil em instituição de ensino, numa grande luta do Professor Lynaldo. Foram criados cursos de Engenharia Elétrica, Engenharia Mecânica, Sistemas da Computação, posteriormente, com os programas de Pós-Graduação sendo a Paraíba, por conta dessas iniciativas, referência em educação superior e na liderança na área de tecnologia nas regiões Norte e Nordeste do País.


Outras realizações do Professor Lynaldo, foram a criação de organismos de apoio e extensão das atividades da Universidade, com a disseminação do conhecimento produzido, a exemplo das Fundações de Pesquisa e o fomento ao estudo dos problemas regionais, por acreditar firmemente no potencial local como fator de progresso e desenvolvimento econômico.


A sua passagem pela Presidência do CNPq - Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, entre 1980 e 1985, foi importante e emblemática para a área de ciência e tecnologia, pois promoveu a disseminação de Núcleos de Inovações Tecnológicas e a implantação de Parques Tecnológicos em todo o país, além de implantar programas que proporcionaram uma mais ampla integração entre as Universidades, Institutos de Pesquisa e empresas.


Lynaldo Cavalcanti de Albuquerque é uma legenda e um nome nacional na área de promoção da educação tecnológica, da pesquisa e desenvolvimento e da ciência e tecnologia. Exerceu importantes cargos, dentre eles podemos citar que foi representante da Região da América Latina e Caribe no ComitêExecutivo da World Association of Industrial and Technological Research Organizations (WAITRO), entre os anos de 1985 a 1988. De 1998 a 2004, foi diretor do Centro de Ensino Superior da Fundação Centro de Análise, Pesquisa e Inovação Tecnológica de Manaus. Foi também Presidente do CRUB-Conselho de Reitores das Universidades Brasileiras, entre 1977/1978 e Assessor Especial do Ministério da Educação, no período de 1985 a 1988. Atualmente é Secretário Executivo da ABIPTI - Associação Brasileira das Instituições de Pesquisa Tecnológica.


O seu trabalho, por profícuo e importante, já foi distinguido e reconhecido com honrarias de diversas instituições do país e do exterior, tendo recebido o título de DoutorHonoris Causa das seguintes Universidades: Universidade Federal do Maranhão, Universidade Federal de Lavras, Universidade Federal do semi-árido do Rio Grande do Norte, Universidade Federal do Piauí, Universidade Federal de Alagoas, Universidade Federal de Pernambuco, Universidade Federal de Santa Maria, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Waterloo University of Canada e Universidade Federal da Paraíba.


Mas, nenhum, segundo as palavras do homenageado, tem a importância do título concedido pela Universidade Federal de Campina Grande: Eu recebo essa homenagem com muita honra, com um sentimento de que o meu esforço de tantos anos pelo ensino superior da Paraíba se traduz em algum reconhecimento; e, como a Universidade Federal de Campina Grande (UFCG) resultou de um desmembramento da Federal da Paraíba, gratifica- me, mais ainda, ter recebido - háuns dez anos atrás - um título também de Doutor Honoris Causa da Universidade Federal da Paraíba, quando ainda era uma só. Agora, após a separação, os órgãos superiores da UFCG também me concederam uma homenagem que, provavelmente, será a última da minha vida. Dos meus mais de dez títulos de Doutor Honoris Causa, esse certamente será o último. E, portanto, maior a sua importância.


Durante a solenidade, o Professor Lynaldo Cavalcanti de Albuquerque, assim se pronunciou sobre a honraria: Sinto-me honrado por receber essa homenagem, que considero um reconhecimento pelo trabalho que realizei em prol da sociedade; homenagem muito especial, já que recebo de amigos com quem trabalhei e convivi por tantos anos. Hoje, vejo com satisfação a UFCG, sob a liderança do professor Thompson Mariz, retomar o processo de regionalização e interiorização do ensino superior por mim iniciado quando reitor da UFPB, e interrompido há mais de 20 anos. Continuo acreditando que o Semi-árido é viável, desde que haja conhecimento e qualificação.


Ao concluir minhas palavras sobre o Professor Lynaldo Cavalcanti, não sem antes dizer que todas as honrarias e homenagens ainda não serão suficientes para quem, durante toda uma vida, dedicou e ainda dedica seu tempo, seu saber para a melhoria das condições de vida de seus semelhantes, utilizando um dos melhores instrumentos postos à disposição do homem que é a educação, tomo emprestado as palavras do Reitor da UFCG, Thompson Mariz, em seu discurso de saudação, que bem sintetizam o Professor, Humanista e Intelectual Lynaldo Cavalcanti:


Toda homenagem prestada ao mestre não é ainda suficiente para demonstrar a nossa gratidão. Durante seu reitorado na UFPB, o Dr. Lynaldo assumiu riscos e metas audaciosas, visando estimular o progresso da universidade e da região, por acreditar que a educação pública, em todos os níveis, especialmente o ensino superior, é a mais importante providência para fixação do homem no interior. Gostaria de dizer, Dr. Lynaldo Cavalcanti, que o sonho plantado pela sua liderança visionária não morreu. Esteve adormecido É bem verdade! - durante longos anos de retração de governos passados que impuseram, no mínimo, duas décadas de falta de investimento nas Instituições Federais de Ensino Superior. Mas essa realidade, felizmente, vem mudando!


Muito Obrigado”.