Busca rápida por...    Autor   Palavra-chave   Título  
 
 

Chamada para o número 1 de 2016... [+]

Sistema Eletrônico de Editoração de Revistas... [+]

ISSN Eletrônico... [+]

 

Volume 34, N° 2 - jul-dez/2014

ISSN Eletrônico
Luís Américo Silva Bonfim

Resumo

Este artigo analisa alguns casos de devoções não-canônicas no Brasil, Argentina, Chile e Venezuela, com o objetivo de compreender os diversos mecanismos de reparação post-mortem, requisitos para a consagração dos santos populares. Apresenta-se aqui um segmento dos resultados de uma pesquisa etnográfica que originalmente abordou as práticas devocionais e votivas na América do Sul e localizou, entre outras taxonomias, um vigoroso complexo de motivações sociais fundadas na comoção coletiva ante uma morte que, em dada medida, viole ou acentue os vínculos de coesão social. Como resultado, foi possível estabelecer um quadro de referência dinâmico que, ao modo esquemático do “martirológio romano”, situa as motivações devocionais em dois grandes grupos: o de exaltação de virtudes e o da reparação de martírios, lato sensu. Concluiu-se que a matriz religiosa católica, de decisivo impacto na formação da moral sulamericana, imprimiu um modelo de produção de crenças e práticas livremente interpretado pelas populações, e que se renova de acordo com as demandas de cada tempo e espaço.

Palavras-chave: Canonizações Populares; Morte; Coesão social; América do Sul

 
  Webmaster Visitas deste site:  51378  desde 03/11/2006
Contato